Batman e Resident Evil devem ser exclusivos temporários do PlayStation VR

Batman: Arkham VR e Resident Evil VR, este último parte da experiência trazida por Resident Evil 7, serão exclusivos para o PlayStation VR, dispositivo de realidade virtual da Sony a ser lançado no dia 13 de outubro. No entanto, uma propaganda divulgada na página oficial do PlayStation no Facebook aponta os jogos como exclusivos temporários – ou seja, a exclusividade acaba em determinado momento e os games podem ser distribuídos para outras plataformas.

Para o Resident Evil, por exemplo, a tal exclusividade valeria “apenas” por 12 meses após o lançamento do título, previsto para janeiro do ano que vem. No caso do Batman (confira nossas impressões sobre o game aqui), que aparecerá nas lojas praticamente em simultâneo com o aparelho, a data de encerramento do privilégio é ainda mais exata: 31 de março de 2017. Após esse tempo, ambos poderiam pintar no Vive ou Rife, outros aparelhos do gênero.

Exclusivos PSVR

Essa iniciativa soa como mais um capítulo da disputa para atrair os consumidores para um dispositivo de VR específico. O Oculus Rift, comprado pelo Facebook, terá diversos produtos programados para funcionar apenas no aparelho. Aparentemente, o mais flexível desta “guerra” é o Vive, apoiado pela Valve e com suporte direto ao Steam pelo SteamVR, que também suporta o Rift.

Enquanto isso, a realidade brasileira ainda parece distante da virtual, ao menos em termos econômicos. O PlayStation VR, o mais barato dos três “capacetes” citados, custa a “bagatela” de 399 dólares ou, em valores convertidos, perto de 1500 reais. No Brasil, o aparelho já aparece nas vitrines de algumas grandes lojas de varejo, mas por mais que o dobro do valor: R$ 3300. Não está fácil investir no futuro.

Author: Marco King

Um simples desenvolvedor com textura realista que quer desligar a PhysX e sonha a 120 frames por segundo. Pena que a memória é baixa.

Share This Post On