Como está o desenvolvimento dos novos títulos da Nintendo?

3DS Notícias Wii U

Em uma entrevista recente com a YouTuber iJustine, Shigeru Miyamoto revelou detalhes e curiosidade sobre o desenvolvimento dos títulos da Big-N que estão por vir em 2015. Entre as novidades retiradas desse material, podemos destacar algumas informações interessantes no que diz respeito a Zelda e Star Fox para Wii U.

imagem_Shigeru_iJ

Sobre o novo Zelda para Wii U, Miyamoto revelou que os desenvolvedores dos jogos da fraquia sempre quiseram trazer um grande mundo  aonde o jogador tivesse muito o que explorar e  descobrir. Entretanto, suas ambições eram limitadas pela tecnologia oferecida nas plataformas anteriores. Por isso, todo o mapa era desenvolvido em fragmentos para que essas peças se juntassem posteriormente a fim de trazer uma experiencia que simula um mundo de grandes proporções. Mas agora, com a capacidade maior do Wii U, é possível desenvolver um mundo do mesmo tamanho do apresentado em Twilight Princess como um mapa único. Esse tipo de mudança poderá aumentar significativamente a imersão causada pela obra, pois não haverá mais interrupções entre regiões do mapa.

Outra informação curiosa é que Zelda para Wii U dará maior liberdade para que o jogador escolha a forma como quer concluir o jogo. Ele poderá escolher entre um gameplay, em que despende horas entre as sidemissions dos mapas como um jogador tradicional ou ir direto aos objetivos principais e concluir suas metas diárias dentro de seu tempo limitado, como um jogador casual que não tem muito tempo disponível. Isso mostra como a Nintendo quer abraçar seu público casual sem perder seus fãs mais fiéis.

Um outro titulo abordado na entrevista, que foi citado durante o trailer apresentado na The Game Award 2014, foi Star Fox para Wii U. O jogo que supostamente será lançado antes de Zelda, não tem muitos detalhes ainda. Mas o que Miyamoto pode adiantar é que o Gamepad terá a câmera do cockpit da nave de Star Fox em sua tela, enquanto a imagem da TV apresentará a câmera em terceira pessoa tradicional dos jogos anteriores.

Permanecemos sedentos por maiores detalhes sobre estes dois títulos tão aguardados e cultivamos a esperança de que sejam ótimos jogos em um futuro próximo.

Aparentemente fragmentado, geralmente atarefado mas certamente engajado, este profissional do ramo bancário da seus pulos duplos no mundo dos games por ser fascinado pela forma como esta "arte" influencia os indivíduos.