Kojima e o chapéu de galinha do Big Boss

Notícias PC Playstation 3 Playstation 4 Xbox 360 Xbox One

Hideo Kojima é aclamado como um dos maiores diretores de games da atualidade. Graças a franquias como Metal Gear Solid e Zone of the Enders, o excêntrico produtor é admirado por fãs mundo afora, que o consideram um verdadeiro gênio. No entanto, ele ainda tem um quê a mais: é japonês. Não que a gente tenha algo contra japoneses, longe disso. Mas é de conhecimento público que esse pessoal da Terra do Sol Nascente tem manias meio… peculiares, como o nosso querido site Japan is Weird (“O Japão é estranho”) nos faz o favor de explicitar.

Kojima brincalhão

“Oi, eu sou o Kojima”

Por ser assim, todo japa, Kojima tem o costume de colocar todo tipo de bizarrices em seus jogos, e não poderia ser diferente no mais que aguardado MGS: The Phantom Pain. O produtor decidiu dar mais alguns detalhes sobre a nova campanha do Big Boss durante o Kojima Station (um programa web que reúne o próprio e outros membros de sua desenvolvedora para divulgações, making of‘s ou apenas um papo bacana), mas não de qualquer forma. Aqueles que estavam curiosos sobre um possível anúncio da data de lançamento do Phantom Pain tiveram que esperar por mais de duas horas e meia.

Como se não bastasse a espera, nenhuma data: a grande novidade foi um chapéu de galinha para o Snake. WTF???

A ideia do chapéu de galinha

Kojima demonstra sua ideia com a “arte conceitual” do chapéu

Contudo, o chapéu não será somente um item cosmético. Conforme nossa amiga americana Kotaku nos fez o favor de descrever, a opção de vestir a indumentária aparece quando você falha bastante nas suas missões (várias mortes ou descobertas pelo inimigo) e, ao usá-la, a reação dos inimigos torna-se mais lenta (consequentemente, mais fácil), de forma que você consiga avançar na missão mais rapidamente – algo semelhante com aqueles “você gostaria de diminuir a dificuldade?” que aparecem quando somos derrotados milhões de vezes em alguns jogos.

A ideia em si não é ruim, mas transformá-la em um chapéu de galinha é típico do Kojima e sua zoeira sem limites: só mesmo ele pra fazer com que a gente seja chamado de “franguinho” por escolha própria.

Chicken McFly-BTTF

Um simples desenvolvedor com textura realista que quer desligar a PhysX e sonha a 120 frames por segundo. Pena que a memória é baixa.