Kingdom Come: Deliverance adiado para 2016

Notícias PC Playstation 4 Xbox One

É com grande tristeza que anuncio mais um adiamento para 2016. Kingdom Come: Deliverance (ou KCD, para os íntimos) é um dos games pelos quais eu estava tremendamente ansioso para jogar neste ano (talvez, apenas atrás de The Witcher III), mas a desenvolvedora Warhorse Studios confirmou que a obra só deve sair no meio do próximo ano.

Combate em KCD

O charme do medievo só no ano que vem 🙁

O título chamou a atenção pela sua proposta (um RPG medieval sem fantasia, ou seja, nada de dragões ou magias) e por sua campanha extremamente bem sucedida no site de financiamento coletivo (crowdfunding) Kickstarter. O projeto pedia 300 mil libras de investimento, meta batida em apenas 36 horas após seu início, e arrecadou mais de US$2,3 milhões (1.106.371 de libras, para ser mais exato), em valores atualizados.

Uma das coisas legais que eles vêm fazendo (e que outros projetos financiados do Kickstarter deveriam começar) é mostrar como está o desenvolvimento de KCD. Em seu décimo video update (veja mais abaixo), Dan Vavra (Mafia, Mafia II) fala mais da próxima fase alfa de testes (já foram feitas algumas, com participação dos que apoiaram o projeto com valores a partir de 45 obamas) e anuncia o adiamento do game, explicando: “no estágio atual [de desenvolvimento], percebemos que vamos precisar de um pouco mais de tempo, então nosso planejamento atual é lançar o game alguns meses depois, mais provavelmente no meio de 2016”. Uma justificativa dada é o número de missões planejadas: a obra deve ter cerca de cem quests, bem mais do que havia sido pensado anteriormente, segundo o próprio Vavra. Um beta também está nos planos, com uma parte do jogo sendo colocada no Acesso Antecipado da Steam, algo que Wasteland 2 também fez antes de seu lançamento.

Ao menos, sabemos que a Warhorse continua o trabalho sem parar. Muitos elementos-chave do game vêm sendo implementados, como sistema de combate, montaria e furtividade, e já deverão estar presentes no próximo alfa. Vendas de artigos de merchandising também foram levantados: bonés, camisetas e até cerveja poderão ser vendidos em uma loja online da produtora – uma boa forma de arrecadar mais recursos para o game e seus empregados.

[youtube=”https://www.youtube.com/watch?v=a-hkBz52C7o”]

Kingdom Come: Deliverance sairá para PC, mas há a possibilidade de aparecer também para Xbox One e PlayStation 4.

Um simples desenvolvedor com textura realista que quer desligar a PhysX e sonha a 120 frames por segundo. Pena que a memória é baixa.