Quase que The Last Guardian foi cancelado

Notícias Playstation 4

O vídeo de The Last Guardias mostrado na E3, realizada em junho desse ano, trouxe imagens muito parecidas com as vistas anteriormente no PS3. Mas isso se deve ao árduo trabalho que a equipe de desenvolvimento do jogo teve para adaptar todo seu progresso com o console anterior da Sony para o PlayStation 4. E de acordo com a entrevista feita pela revista Edge com o presidente da Sony Computer Entertainment, Shuhei Yoshida, talvez eles tivessem desistido do projeto se não fosse pela grande demanda.

Se todo mundo tivesse parado de pedir por isso, provavelmente teríamos [cancelado].

Nós reconstruímos o game completamente em termos de parte técnica,… foi muito, muito difícil.

rsz_1566290-952634_20100915_019

Felizmente, Yoshida pôde contar com o arquiteto chefe do PS4, Mark Cerny, que estava disposto a ajudar.

Mark está dando conselhos, como ele faz para muitos projetos firstparty. Cono a questão da tecnologia foi um grande problema, Mark está ajudando muito e fornecendo bons conselhos, mas não é como se Mark tivesse assumido o projeto

O código PS3 foi muito otimizado para PS3 e deu muito trabalho, mas ainda assim o jogo não alcançou o desempenho que precisava, e ainda estavam faltando alguns recursos . Estava claro que o design do jogo teria que ser comprometido para fazê-lo funcionar no PS3, e o PS4 estava chegando, por isso, decidimos fazê-lo em PS4. E levou um bom tempo para reconstruí-lo em PS4, mas agora temos os fundamentos da tecnologia, as ferramentas e a equipe.

Apesar de não termos muitas imagens e vídeos além do que foi exposto na E3, Shuhei afirmou que “o jogo está em boas condições” e que apresentaram o game na conferência por terem confiança na forma como o desenvolvimento tem se desenrolado.

Se a produção de The Last Guardian vai tão bem quanto Shuhei diz, então seria ótimo receber mais gameplays, vídeos e imagens. O lançamento do game está previsto para 2016.

Aparentemente fragmentado, geralmente atarefado mas certamente engajado, este profissional do ramo bancário da seus pulos duplos no mundo dos games por ser fascinado pela forma como esta "arte" influencia os indivíduos.