Diretor de The Last Guardian afirma que não sente a pressão pela demora

Notícias Playstation 4

Finalmente tivemos o anúncio oficial da data de lançamento do tão esperado The Last Guardian, durante a E3 2016. Como muitos sabem, o jogo foi anunciado originalmente para PlayStation 3 em 2009. Desde essa época, uma série de atrasos aumentou a expectativa e testou a paciência dos que aguardavam seu lançamento oficial.

A demora foi tanta que o título passou a ser produzido com o objetivo de ser lançado para o PlayStation 4. Depois da espera colossal, é de se imaginar que a ansiedade e o nível de exigência dos fãs tenham crescido bastante. Mas o diretor do jogo, Fumito Ueda, afirmou em uma entrevista ao GameSpot que não se sente pressionado por essa situação.

No que refere-se à pressão, ou pressão adicionada, eu não creio que sinta isso. O motivo pelo qual digo isso é porque senti uma certa camada de pressão graças aos muitos fãs e seguidores dos meus jogos anteriores, Ico (2001) e Shadow of the Colossus (2005). Eles foram recebidos de forma muito positiva, então eu acho que sempre houve um certo nível de expectativa que eu senti, de modo que de fato não mudou só porque agora estamos chegando a conclusão do projeto.

rsz_trico-ft

Ueda também revelou que sua maior preocupação está na idealização de sua visão inicial para o jogo.

Para mim, o que é mais importante é que estou criando e completando este jogo da forma que eu imaginava. E da perspectiva de um jogador, como eu quero que o jogador experimente este mundo. Então, enquanto isso for uma verdade, acreditarei que é tudo o que preciso fazer.

Sobre a questão da mudança da plataforma anterior para o PlayStation 4, o diretor de The Last Guardian disse que não foi necessário “repensar tudo”. Foi apenas uma questão de explorar as expressões do personagem em alta resolução e aproveitar esses recursos para trazê-lo à vida.

… o estilo visual (do jogo) não mudou desde o início. Isto é o que nós tínhamos como objetivo e o que esperávamos alcançar. Portanto, não mudou em termos de direção ou conceito, ou qualquer coisa assim. Agora que nós fizemos essa transição, e uma questão de como podemos maximizar o que tiramos do hardware e como é que vamos realmente tomar isso e usar ao nosso favor? Isso é o que, em última análise, aconteceu e foi isso que nos trouxe até aqui hoje.

The Last Guardian tem lançamento previsto para 25 de outubro desse ano para o PlayStation 4. Aguardamos ansiosos por maiores detalhes sobre o desenvolvimento do jogo.

Fonte: GameSpot

Aparentemente fragmentado, geralmente atarefado mas certamente engajado, este profissional do ramo bancário da seus pulos duplos no mundo dos games por ser fascinado pela forma como esta "arte" influencia os indivíduos.