Homem que ameaçou Blizzard foi indiciado e poderá ser preso

Notícias PC

O jogador de Heroes of the Storm que fez ameaças violentas à Blizzard e seus empregados depois de ter sua conta banida foi detido, acusado e pode enfrentar a pena de prisão.

Stephen Cebula, um homem de 28 anos que mora na Califórnia, teve sua conta suspensa depois que outros jogadores de Heroes of the Storm reportaram insultos racistas e ameaças de pedofilia do jogador. Inconformado com a medida tomada pela Blizzard, Cebula direcionou sua raiva através da conta da empresa no Facebook.

Cuidado a Blizzard …eu moro na Califórnia e sua sede é aqui na Califórnia … Você continua a me silenciar em Heroes of the Storm e eu posso ou não dar-lhe uma visita com uma AK47, entre algumas outras ‘ferramentas divertidas’.

Em uma mensagem enviada 20 minutos depois, Stephen continuou sua ameaça:

Se você continuar silenciando pessoas em Heroes of the Storm, talvez alguém que viva na Califórnia possa estar inclinado a ‘causar um distúrbio’ em sua sede na Califórnia com uma AK47 e algumas outras ‘ferramentas oportunas’ … Seria uma vergonha irritar a pessoa errada, não concorda a Blizzard?

Depois dessas terríveis mensagens, a empresa enviou-as ao FBI e um mandado de busca foi emitido.

As investigações mostraram que Cebula não estava nem um pouco arrependido de ter ameaçado a empresa dessa forma. O indivíduo disse aos investigadores que sua intenção era fazer com que a empresa tivesse a sensação de que deveriam estar preocupados, por isso utilizou ‘ferramentas oportunas’ e ‘AK47’ em suas mensagens.

rsz_heroes

Além disso, o acusado admitiu que tem fantasias de violência sexual com crianças, incluindo sua sobrinha de cinco anos, que vive na mesma residência que ele. Suas constas nas redes sociais também mostram que Stephen tem interesse por assassinatos em série.

Stephen será sentenciado no dia 26 de julho pelas ameaças feitas à Blizzard, e a pena máxima para esse crime é de cinco anos de prisão e uma multa de $250.000 dólares americanos.

É muito triste ver que a indústria dos games, inserida no ramo do entretenimento, tenha que lidar com esse tipo de comportamento lamentável. Alem desse caso, tivemos a ameaça de morte direcionada ao criador de No Man’s Sky, Sean Murray, depois do jogo ter sido postergado no mês passado. Esperamos que esse tipo de conduta não se torne um padrão.

Fonte: Eurogamer 

Aparentemente fragmentado, geralmente atarefado mas certamente engajado, este profissional do ramo bancário da seus pulos duplos no mundo dos games por ser fascinado pela forma como esta "arte" influencia os indivíduos.