Como a Valve utiliza psicologia gamer para direcionar as reações dos jogadores

Notícias PC

Considerando quão influente e popular a Valve é hoje em dia, com Steam, Counter Strike e Team Fortress, não é infundado dizer que eles entendem como os jogadores pensam. No entanto, durante o Steam Dev Days showcase em Seattle, o psicólogo interno da empresa revelou como a Valve faz uso da psicologia gamer a fim de manipular como os jogadores se sentem.

Por exemplo, quando Counter Strike: Global Offensive saiu, a Valve avisou aos jogadores que a espera na tela de carregamento era bastante longa. Então, quando o carregamento foi finalizado antes do previsto, os jogadores sentiram-se recompensados.

Outros jogos, como DOTA 2, bloquearam certos heróis durante o tutorial do jogo para que os jogadores não se sentissem oprimidos com as mecânicas específicas de MOBA antes de obter uma visão do básico.

Outra coisa que a Valve utiliza é colocar jogadores tóxicos, que gostam de gritar e insultar outros jogadores, em partidas de baixa prioridade. os juntando com outras pessoas como eles. Isso acaba sendo uma maneira de “reabilitar” tais jogadores.

Outra coisa que o psicólogo mencionou foi o efeito Dunning-Kruger. O efeito faz com que jogadores sofram de “superioridade ilusória”, caso sejam terríveis em um determinado jogo, utilizando estímulos positivos mesmo quando eles vão mal na partida.

psicologo Valve

Alguns dos slides desta apresentação estão disponíveis para analise no Imgur e você pode acessá-los clicando aqui.

Fonte: PCGamesN

Marketing na cabeça, game no coração. Não importa o dia, a hora e muito menos a plataforma, o que importa é o prazer de jogar.