Rokoko Smartsuit e uma captura de movimentos mais acessível

Captura de movimentos custa muito e, embora com o tempo a tecnologia tenha se desenvolvido, permitindo que grandes estúdios de Hollywood fizessem produções inteiras usando essa técnica (como no filme de James Cameron, Avatar), essa tecnologia ainda se mostra inviável para muitos estúdios de videogame. Diferentemente de grandes produtoras como a Naughty Dog e Activision, boa parte dos estúdios precisa dedicar a verba em aspectos mais relevantes de um jogo, sendo comum encontrarmos títulos onde as animações são robóticas e/ou feitas à mão. Enquanto isso, a Rokoko promete mudar esse panorama com seu novo produto, O Smartsuit Pro.

image-27838

De Rokoko

No método tradicional, não só a roupa de captura é necessária, mas também dezenas de câmeras, um estúdio de captura e profissionais que possam controlar tudo. Indo na contramão, a Rokoko promete tudo isso em um lugar só – na roupa. Custando $2,500 dólares, a Smartsuit reúne em um só lugar um estúdio completo de captura e, segundo o fundador e CEO da Rokoko, Jacob Balslev, ela pode dar o primeiro passo na democratização da captura de movimentos.

 

Em uma entrevista para a Wired, Belslev conta que, quando cursava a escola de cinema, ele e seu grupo desejavam usar captura de movimentos em um projeto, entretanto a impossibilidade de encontrar um espaço próprio para as gravações e as limitações financeiras impediam a continuidade do projeto.Em uma pesquisa junto do co-fundador, Anders Klok, eles descobriram que seria viável gravar dados de movimento com sensores similares aos usados em smartphones e logo criaram um protótipo com uma roupa de trabalho, fitas adesivas e um hub.

Atualmente a roupa possui 19 sensores, o hub comporta um processador e wifi ligados a uma bateria portátil, permitindo a transmissão de dados em tempo real para o aplicativo gratuito da Rokoko ou para qualquer outro software 3D.

Colocado no mercado no dia 9 de maio de 2017, seus criadores acreditam que a Smartsuit permite que designers possam dedicar mais tempo à produção, minimizando as longas horas de planejamento e gravação que o método antigo demanda, se não o bastante, também facilitando a experimentação devido a sua portabilidade.

 Se abraçado pelas produtoras, podemos presenciar uma massificação da captura de movimentos, permitindo que mais jogos se apresentem com qualidade semelhante a de grandes estúdios.

Author: Fernando Cardoso

Designer, jogador e leitor ávido, a lista de coisas diferentes que faço é longa demais, porém minha curiosidade e busca por entender tudo a minha volta é maior ainda. Mas e o futuro? Bem, Game Designer e escritor são meus objetivos, conseguir um desses já é uma conquista desbloqueada.

Share This Post On