Juiz proíbe jovem de jogar games violentos depois de ameaça em rede social

Notícias

Um estudante de 16 foi detido e julgado depois de ter feito uma ameaça de tiroteio em sua escola. Sua infração foi feita por meio de um vídeo de Snapchat onde o jovem estudante da Lake Park High School, em Chicago, escreve “Vocês precisam calar a boca sobre o tiroteio da escola, ou eu farei um” enquanto joga um game de tiro.

Apesar da atitude não ter passado de uma piada de mal gosto, trata-se de um momento muito delicado nos EUA. Há duas semanas 17 estudantes e professores da escola Marjory Stoneman Douglas High de Parkland, Florida foram assassinados em um dos tiroteios mais graves já feitos em escolas norte americanas.

Na segunda-feira (26), a polícia respondeu à denúncia de um colega sobre a mensagem e prendeu o adolescente. Após uma busca de sua casa, a polícia disse que não foram encontradas armas. Depois de passar uma noite em uma detido em uma instalação para jovens, o estudante apareceu no tribunal juvenil de DuPage e foi acusado de conduta desordenada.

O adolescente pode voltar para casa com seus pais, mas teve que cumprir prisão domiciliar por tempo indeterminado, entregar seu celular a seus pais e ser banido de jogar games violentos. Entretanto, o juiz Robert Anderson fez uma concessão ao jovem dizendo que ele poderia” jogar Mario Kart o quanto quiser”. Talvez o senhor Anderson não conheça a violência de um casco azul em sua sede pelo primeiro colocado.

Fonte: Chicago Tribune via Polygon

Aparentemente fragmentado, geralmente atarefado mas certamente engajado, este profissional do ramo bancário da seus pulos duplos no mundo dos games por ser fascinado pela forma como esta "arte" influencia os indivíduos.