Terra-Média: Sombras da Guerra terá microtransações e modo online

Como se gastar seu suado dinheirinho com uma versão do jogo para sua plataforma favorita não fosse o bastante: Middle-Earth: Shadow of War (Terra-Média: Sombras da Guerra, aqui no Brasil) terá microtransações. A revelação foi realizada por meio de um pronunciamento oficial no fórum do título, em conjunto com uma livestream (veja abaixo, em inglês).

Como geralmente acontece, essas transações são opcionais, porém agilizarão a evolução do jogador ao adquirir ouro (uma das moedas do jogo) com dinheiro real, que servirá para comprar um dos quatro tipos de baús do jogo negociados no Mercado online. O ouro, no entanto, pode ser conseguido de outras formas, como ao participar de desafios da comunidade ou atingindo objetivos específicos.

  • Baús de Tesouro (Loot Chests) contém armas e armaduras de raridades variadas e podem vir também com boosts de experiência;
  • Baús de Guerra (War Chests) entregam seguidores orc de qualquer raridade, bem como Ordens de Treinamento para customizar e aumentar o nível deles.
  • XP Boosts aumentam a quantidade de experiência recebida pelo protagonista Talion.
  • Pacotes (Bundles) englobam os itens dos báus anteriores em apenas um pacote, mas são mais caros.

A outra moeda é Miriam e é mais fácil de conquistá-la: matar orcs de tesouro, destruir algum equipamento em troca ou encontrar baús de Miriam espalhados pelo mapa são exemplos. Assim como o ouro, a Miriam é usada no comércio de baús do Mercado.

Os valores praticados para a compra de ouro ainda não foram definidos, porém é bom preparar a carteira para ganhar tempo no desenvolvimento do seu personagem. Mesmo assim, a Monolith – desenvolvedora do game – garante que o ouro não trará vantagens extras. “Um jogador que investir tempo suficiente pode progredir da mesma forma e ter acesso ao mesmo conteúdo que alguém que comprar ouro. Ouro não é requerido para progredir ou avançar no game de maneira alguma”, explica o estúdio.

Outra novidade é a construção de um ambiente online para os jogadores – detalhes dados pelo site Eurogamer. Ao aprimorar o sistema de Vingança introduzido na obra original, um jogador terá a chance de eliminar o orc responsável pela morte de um jogador que é seu amigo. Porém, ao contrário de apenas encontrar e cortar a cabeça do dito cujo, será necessário completar objetivos antes de você e seu alvo ficarem cara a cara. Caso seja bem sucedido, o jogador que completar a missão receberá um loot chest, bem como o vingado receberá alguns espólios. Todavia, não completar a meta significa em perder o alvo para sempre.

Além da Vingança, há um novo tipo de missão online, chamado de Conquista Social (Social Conquest). Para isso, é necessário que o jogador escolha uma das fortalezas capturadas por ele e deixe-a pronta, com soberano, capitães e os upgrades que achar conveniente. Uma vez montada, essa fortaleza ficará disponível para que outros jogadores possam entrar e atacar com seu próprio exército.

Há dois modos de batalhar nas Social Conquests. Os friendlies (amistosos) trazem pouco risco, pois não é possível perder seus capitães mortos na luta. O modo ranqueado, por sua vez, traz mais riscos e, por outro lado, mais recompensas. A cada partida, seu nível de invasão melhora ou piora a depender dos seus sucessos e, uma vez caídos, você perde seus companheiros orcs de uma vez por todas. Ao sair vitorioso, o desafiante ganha um baú de conquista e alguns espólios de guerra, que servem para obter mais baús. Mais alguém ficou ansioso para dominar inimigos – e amigos?

Outrora programado para o dia 22 de agosto, Middle-Earth: Shadow of War será lançado no dia 10 de outubro, com versões para PC, PlayStation 4 e Xbox One. O jogo também receberá um spin-off com destino aos dispositivos móveis.

Author: Marco King

Um simples desenvolvedor com textura realista que quer desligar a PhysX e sonha a 120 frames por segundo. Pena que a memória é baixa.

Share This Post On