Fangame de Pokémon é derrubado pela Nintendo a poucos dias de seu lançamento

Jogos feitos por fãs e modificações em games originais fazem parte da cultura do videogame. Contanto, algumas empresas não vêem a ideia com bons olhos.

Nesse sentido, um exemplo conhecido é o da Nintendo. Somente neste ano, a companhia retirou do ar dois títulos benquistos por seu nicho: AM2R, remake de Metroid 2, e Pokémon Uranium. Ambos foram indicados ao prêmio de melhor criação de fãs no The Game Awards 2016, mas foram removidos da competição a pedido da Big N.

Agora, o novo alvo da vigilância da companhia sobre sua propriedade intelectual foi Pokémon Prism, título baseado na franquia dos monstros de bolso criado por Adam “Koolboyman” — autor de Pokémon Brown, game aclamado pelos entusiastas da série.

Pokémon Prism corpo

Prism vinha sendo desenvolvido há oito anos e seria lançado daqui a quatro dias, no Natal. A notícia do cancelamento foi dada nos perfis de Koolboyman nas redes sociais. “Pokémon Prism foi cancelado. Agradeço a todos vocês pelo apoio ao longo dos anos. Eu sinto muito que tenha que terminar assim. Farei um pronunciamento mais longo sobre o assunto mais tarde, mas esperem pela desativação desta página em alguns dias” — afirmou o autor do game.

Um documento legal foi anexado ao post, emitido por um escritório australiano que representa a Nintendo no país. A companhia ordena que o desenvolvedor não disponibilize o game, assim como retire os links para download de suas obras anteriores que usam propriedade intelectual ligada à Big N. “A Nintendo agradece a dedicação e paixão de sua base de fãs, mas também gastou recursos substanciais e esforços para desenvolver, manter e proteger a franquia Pokémon, assim como a relação de boa vontade que conquistou com os consumidores” — justifica a notificação.

Pokémon Prism ganhou especial atenção do público por ter firmado uma parceria com a comunidade de Twitch Plays Pokémon, que alcançou significativa exposição no ano passado com suas transmissões interativas.

Fonte: Polygon

Author: Luiz Roveran

Brasileiro de estatura mediana, gosto muito de fulana mas sicrana é quem me quer. Compositor, guitarrista e pesquisador de trilha musical de videogames, meti-me a falar de jogos e pretendo continuar nesta toada por um tempo.

Share This Post On