Quando a princesa parte para a batalha

Nossa sociedade tende a colocar as meninas como seres frágeis e que precisam ser protegidas. Battle Princess Madelyn vem para quebrar esse estereótipo. O que acontece quando sua família é sequestrada e seu cachorro é morto por um feiticeiro malvado? Espera um principe salvador? Não! Põe sua armadura e vai à luta salvar seus pais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A idéia do jogo deu-se por um diálogo entre o Diretor de Criação Christopher Obritsch e sua filha Madelyn:

Quando a filha do Diretor Criativo Christopher Obritsch, Madelyn, quis estar em Ghouls ‘n Ghosts, e lutar contra a “Cabeça Verde”, ele falou que o jogo era de outra pessoa – mas ele poderia fazer um do jeito que ela quisesse. “Mas garotas não podem ser cavaleiros, papai. Apenas garotos” ela falou, que foi respondido com um “Pshh… qual cor você quer sua armadura?”. A resposta? Rosa! E assim que o jogo foi concebido. A filha de Chris, Madelyn, ama o primeira fase de Ghouls ‘n Ghosts e o fazia jogar por várias vezes, pois ela queria ver ele lutar contra a “Cabeça Verde” – Shielder, o chefão no fim do primeiro estágio.

Battle Princess Madelyn pode até parecer com Ghouls N’ Ghosts, mas tem algumas qualidades diferentes. Ele terá 10 fases com 5 áreas e não será linear, você poderá voltar nas áreas e procurar por itens escondidos, armas e novos desafios. Com uma ambientação variada o jogador será levado de pântanos a castelos, além de ser acompanhado por uma trilha sonora incrível que ditará o clima da aventura de Madelym e seu cão fantasma Fritz.

Battle Princess Madelyn chamou minha atenção, não só pelo fato de gostar do gênero, mas pela mudança na narrativa. Estaremos aguardando o lançamento desse título da Casual Bit Games que será lançado para Xbox One, PlayStation 4, PC, Wii U e Switch no segundo semestre de 2017.

Author: Shorang

Programador, Hater e as vezes Gamer.

Share This Post On