Valve divulga lista dos games mais vendidos na Steam em 2017

2017 ficou para trás e, com isso, chega o momento de olharmos para o passado em retrospecto. Foi com esse pensamento que a Valve divulgou via Steam a lista de jogos mais vendidos do ano em sua plataforma.

O Top 100 da empresa conta tanto com velhos conhecidos quanto com surpresas e lançamentos. Como a companhia considera downloads gratuitos como aquisições, é natural que títulos como Dota 2 Warframe figurem no topo da lista.

Mudanças na selva

PlayerUnknown’s Battlegrounds, a sensação do ano no PC, também alcançou as primeiras posições — assim como os surpreendentes Divinity: Original Sin II Ghost Recon: Wildlands. As doze primeiras colocações são completadas por obras lançadas há mais tempo, como The Witcher IIICounter-Strike: Global Offensive Rocket League.

A lógica desses números, ordenados de acordo com a renda bruta de cada game, continua a valer nas posições inferiores da listagem. Títulos AAA disponibilizados em 2017, como Assassin’s Creed: OriginsResident Evil 7Middle-Earth: Shadow of War dividem as colocações com outros semelhantes mais antigos, como Fallout 4.

Dentre os jogos independentes, o destaque vai para Cuphead Hollow Knight. Outros queridinhos do público, como Stardew Valley Darkest Dungeoncontinuam rendendo bons frutos a seus desenvolvedores.

A Valve ainda foi detalhista e divulgou listas específicas para os lançamentos de 2017, games em realidade virtual e títulos que estavam em acesso antecipado. No universo VR, é notável o destaque de adaptações, como a do próprio Fallout 4 e dos indies Superhot Job Simulator.

Por fim, a companhia também disponibilizou uma relação dos games com maior número de jogadores simultâneos durante o ano passado. Para quem lê nosso site assiduamente, não é surpresa que PUBG figure no topo desse rol. Nessa categoria, outros jogos que obtiveram bons resultados foram Payday 2GTA V e o competitivo Rainbow Six Siege.

Author: Luiz Roveran

Brasileiro de estatura mediana, gosto muito de fulana mas sicrana é quem me quer. Compositor, guitarrista e pesquisador de trilha musical de videogames, meti-me a falar de jogos e pretendo continuar nesta toada por um tempo.

Share This Post On