fbpx

Análise | Essays on Empathy em dez histórias

Análises PC
8

Ótimo

Essays on Empathy é uma coletânea de jogos da Deconstructeam, desenvolvedora de The Red Strings Club. O estúdio é conhecido por focar em uma narrativa bem construída e Essays on Empathy não é diferente. Com dez histórias, muito distintas umas das outras, seja em questão de narrativa ou gameplay, o game explora as camadas dos ensaios de empatia.

Podemos destacar, porém, alguns pontos em comum entre os dez títulos. Normalmente são experiências rápidas, onde você termina de uma só vez e por isso mesmo nenhum deles tem a opção de salvar. Você deve embarcar na história e continuar nesse barco até o fim da mesma sem interrupções. Cada história também possui um vídeo com os desenvolvedores contando um pouco de como surgiu a ideia para o game e como foi o processo de desenvolvimento, o que recomendo assistir após finalizar cada narrativa.

Abaixo, vou comentar um pouco sobre cada uma delas, sem spoilers, não se preocupe.

Underground Hangovers

Acabei de dizer que normalmente as histórias são curtas, mas essa é uma das exceções. O game conta a história de três pesquisadores deixados para trás em um planeta e para voltarem para casa, você deve explorar o subterrâneo e construir um foguete. É uma experiência roguelike desafiadora, ainda mais sem a opção de save. O personagem conta com um gancho que ajuda a subir em locais inacessíveis e você deve coletar os materiais para a construção do foguete. Porém, quanto mais você coleta, mais pesado e lento você fica. Minha experiência não foi muito positiva, infelizmente. Quando já estava em um ponto avançado, encontrei um bug (fiquei presa dentro da parede) que me obrigou a reiniciar o jogo, dando um certo desânimo em começar tudo de novo.

Supercontinent Ltd

Esse contém uma narrativa interessante e o jogo se passa todo em um escritório. Você é um detetive em um futuro onde telefones fixos com fio são relíquias quase esquecidas. O seu trabalho é descobrir o diretor da Supercontinent Ltd e para isso você deve realizar ligações, utilizando um dispositivo que imita a voz das pessoas.

De início me bati um pouco pois não fica claro como realizar ligações. Se tratando de um point-and-click, imaginava que precisava clicar no telefone para seguir em frente, mas você só precisa digitar os números no seu teclado…

Zen and the Art of Transhumanism tem uma gameplay e uma das histórias mais interessantes de Essays on Empathy
image-276183
Zen and the Art of Transhumanism tem uma gameplay e uma das histórias mais interessantes

Behind Every Great One

Essa foi uma das histórias que mais me marcou. Vemos um casal que inicialmente parece se amar e viver bem. O marido é um pintor em ascensão e a mulher é uma dona de casa. Conforme a narrativa avança, percebemos o quanto o relacionamento é tóxico. O homem coloca a importância do seu trabalho acima de tudo e todos devem servi-lo para que ele consiga finalizar sua obra prima.

É um jogo extremamente difícil de jogar, não por causa de uma jogabilidade desafiadora, mas sim porque ele é pesado e triste. Esse peso é sentido quando a mulher anda pela casa e de repente para em um canto para chorar.

Eternal Home Floristry

Uma história sobre um florista que ensina a sua profissão de arranjo de flores a um bandido, ex-membro de uma gangue, acusado de assassinato. Cada flor possui um significado e ao criar arranjos para certas situações, você pode mudar o curso da história dependendo das flores que escolhe.

O que mais me chamou a atenção nessa história é que, apesar de termos um personagem bandido, não há nenhum traço de masculinidade tóxica ou uma personalidade estereotipada.

The Bookshelf Limbo

Esse é um dos games mais curtos e simples. É simplesmente um jogo sobre escolher um presente. Você está em uma livraria com várias opções de gênero e histórias e deve escolher um presente para o seu pai. É uma decisão difícil pois o personagem raramente encontra algo positivo para falar sobre as opções disponíveis.

Zen and the Art of Transhumanism

Uma das minhas histórias favoritas! O game mostra que a solução para os problemas humanos pode nem sempre ser o que os humanos querem. Você é uma espécie de robô feito para criar dispositivos para implementar nos humanos de acordo com cada necessidade. Um humano deseja ter sucesso nas redes sociais. Fazemos um dispositivo que aumenta sua simpatia para atrair mais seguidores ou fazemos um que retira completamente a necessidade de receber a aprovação de outras pessoas?

Dica: a segunda opção é a correta.

11:45 A Vivid Life tem uma das histórias mais bizarras
image-276184
11:45 A Vivid Life tem uma das histórias mais bizarras

Engolasters – January 2021

Uma ufologista que há muito se dedica na pesquisa e possível descoberta de vida inteligente além da Terra fica dividida entre sua paixão e sua família. O game é baseado em decisões que precisam ser feitas rapidamente, pois há um limite de tempo para finalizar, onde o impacto das suas decisões é revelado.

11:45 – A vivid life

Um jogo incômodo e um tanto assustador. Uma moça descobre que seu esqueleto não é dela, então rouba um raio-x para descobrir a verdade. A naturalidade com que ela faz as coisas – opa, meu olho tem uma coisa estranha, vou tirar ele pra dar uma olhada – é um dos pontos assustadores. Outra coisa que pode ser chocante é a escolha entre o sobrenatural e o real, onde o real é de longe o mais perturbador.

Dear Substance of Kin

Uma criatura que realiza o desejo mais puro do seu coração, ao se pagar um preço. Jogamos com a criatura que anda lentamente por uma vila e só se aproxima de casas com um pano vermelho amarrado á porta. O jogo tem um ar bastante sinistro e mostra um outro mundo, que poderia ser explorado em futuros jogos, pois tem bastante potencial.

De Tres al Cuarto

Esse é o jogo que mais foge do “padrão” da antologia. Ele também não possui possibilidade de salvar, mas tem por volta de uma hora e meia de duração. Uma mensagem no início nos avisa sobre essas particularidades, deixando claro que você precisa se dispor e dedicar ao jogo esse tempo. O que vale a pena.

A trama é focada em um casal fazendo stand-up. Um deles já é experiente e o outro acabou de entrar no ramo. A gameplay funciona com cartas, onde você guia o rapaz inexperiente, escolhendo como ele irá responder as deixas do outro, o mais experiente.

Dependendo das suas cartas e escolhas a piada será um sucesso ou fracasso. Quanto melhor, mais moedas você recebe, podendo melhorar o seu deck de cartas. Fora dos shows, temos o desenvolvimento dos personagens, onde eles conversam e revelam detalhes pessoais. Nesses momentos no canto da tela podemos ver “o que não foi dito”, revelando mais detalhes da história.

É um dos jogos que eu gostaria que continuasse por horas (com opção de save, claro). O final é bem bonitinho e aquece o coração.

Essays on Empathy encerra com a história mais longa
image-276185
Essays on Empathy encerra com a história mais longa

Conclusão

Essays of Empathy mostra o potencial do estúdio Deconstructeam, com ótimas narrativas. Não posso deixar de torcer para que o próximo jogo dos desenvolvedores traga algo de algum desses mundos. Infelizmente o jogo não possui localização em Português-BR, tornando-se inacessível para muitas pessoas.

Encontrei vários bugs, além do que eu comentei na primeira história. Já aconteceu do jogo fechar sozinho ao clicar em um item, o que pode ser muito frustrante em um game sem opção de salvar. Outros, ao sair da janela do game – algo por vezes necessário quando se joga no PC – a taxa de quadros caía drasticamente, tornando impossível continuar sem reiniciar o game.

Essays on Empathy está disponível no PC via Steamitch.ioHumble Bundle ou GOG. Essa análise foi feita com chave gentilmente fornecida pela Devolver Digital.

Siga o Pulo Duplo nas Redes Sociais!

Positivo

  • Histórias com ótima construção narrativa
  • Dez jogos com narrativas e gameplay muito diferentes entre si

Negativo

  • Não tem localização em PT-BR
  • Bugs que atrapalham a progressão

Resumo

A coletânea Essays on Empathy traz dez jogos com histórias e gameplays bem diferentes entre si. A única coisa em comum em todos eles é o foco na narrativa, característica do estúdio Deconstructeam, que acerta mais uma vez trazendo roteiros marcantes.
8

Ótimo

Amante de livros, séries, mangás e claro, amante de jogos, principalmente aqueles com uma ótima e profunda história. Estuda pedagogia porque precisa trabalhar para comprar os games no lançamento.