Análise | R-Type Final 2

Análises PC PS4 Switch Xbox One
7

Bom

R-Type foi um dos primeiros shoot ’em up que lembro de ter jogado. Sua história e ação moldaram um estilo que ainda é lembrado até hoje. R-Type Final 2 parte da mesma linha temporal do R-Type Final e tenta continuar seu legado. Mas sempre temos aquela pergunta quando temos jogos mais antigos revividos em forma de Kickstarter: teremos a mesma qualidade e nível de inovação que os títulos anteriores?

Kickstarter

R-Type Final 2 foi anunciado em 3 de junho de 2019 e conseguiu pouco mais que o dobro do valor original estipulado para a criação. Várias novas metas foram adicionadas com um extenso cronograma de novidades prometendo recompensas bem arrojadas. Porém a campanha não atingiu 50% do valor máximo da última recompensa.

Customização

Alguns títulos não dão muita margem para inovações e R-Type é um dessas franquias. A jogabilidade continua a mesma com visão lateral e o quase um inferno de balas na terra. Sua nave ainda tem mísseis, bits, três tipos de tiros especiais, um super tiro e um ataque especial. A velocidade da nave pode ser controlada e podem variar em 4 níveis diferentes.

image-275790

A grande diferença aqui é fato de poder customizar a nave do seu jeito, você pode adicionar um bit diferente para a nave, ou escolher que tipo de arsenal terá com os tiros especiais. Aparentemente a customização da nave foi um ponto trabalhado no jogo, pois vários itens estéticos podem ser adicionados a sua nave. O piloto também pode ser customizado, podendo mudar uniforme e capacete. Essa customização não me agradou muito, pois raramente você vê seu piloto fora da nave.

image-275791

Esses perks visuais podem ser adquiridos com recompensas recebidas ao fim de cada estágio. Esses materiais, são os maiores motivadores para um replay, pois além de desbloquear itens estéticos, com falamos anteriormente, eles são utilizados no hangar para construir novas naves. Até a data que escrevo essa resenha, é possível ter 99 tipos diferentes de naves.

Jogabilidade

Para essa versão, temos um total de 11 estágios diferentes, sendo as primeiras 5 fases fixas e a partir da sexta, temos bifurcações na história que levarão a 3 finais diferentes. Não vou explicar como pegar cada final, pois pode estragar a experiência de quem vai jogar, mas vale a pena ir descobrindo cada final.

O jogo é bem mais fácil que os anteriores, no nível normal, mas ainda sim pode frustrar um pouco. Em alguns casos eu gastei mais de 60 vidas tentando passar de um trecho simples. Tudo isso pelo simples fato dos checkpoints serem as vezes bem punitivos, pois você não tem arsenal para ajudar a avançar e em certos pontos, você não recebe o Force e sim um míssil, ou algum item fixo que não ajuda muito no processo. Essas partes fixas podem ser extremamente frustrante e as vezes seria melhor poder ter a opção de voltar a fase completa, pois com certeza seria mais fácil progredir com mais armamentos.

image-275792

Como facilidade nunca foi o ponto forte na série, esse novo título conta com 5 níveis de dificuldade iniciais: Practice, Kids, Normal, Bydo e R-Typer. E mais dois modos (R-Typer-2 e R-Typer-3) que podem ser liberados finalizando os últimos estágios no modo R-Typer e R-Typer-2.

Além do modo normal, ele conta com um modo Score Attack, onde é possível jogar as fases que já foram completadas no modo normal. Uma novidade é a adição dos Original Course’s, onde você pode criar uma sequência própria de fases utilizando as fases principais e as futuras fases que serão lançadas via DLC.

Brincando com a nostalgia

Uma armadilha bem comum do nosso cérebro é achar coisas nostálgicas legais. Relembramos daquele jogo antigão que jogávamos ao beber o café da nossa vó, juntamente com um biscoito caseiro. Mas esse sentimento pode ser uma péssima pegadinha, pois quando tentamos reviver esses jogos antigos, eles não vão vir com o café e o biscoito, só com um vazio que está faltando algo.

image-275793

R-Type Final 2 sofre do mesmo problema, é uma ideia maravilhosa, mas que peca na execução. As primeira fases lembram muito algumas fases do primeiro título da série, mas é apenas a nostalgia ou uma falta de criatividade mascarada? O jogo não traz nada novo, nem um sistema novo, nem uma mecânica diferenciada. Apenas uma experiência repetida, com ar de inacabada e que entrega até um jogo legal, mas não tem força para manter o calor aceso no coração nostálgico.

*Análise realizada com uma cópia cedida pela NIS América.

Positivo

  • Múltiplos finais
  • Grande variedade de naves
  • Vários níveis de dificuldades para atrair todos os jogadores

Negativo

  • Não tem opção de reiniciar a fase
  • Não inova
  • Leve ar de inacabado

Resumo

R-Type Final 2 é uma ideia maravilhosa, mas que peca na execução. Apenas uma experiência repetida, com ar de inacabada e que entrega até um jogo legal, mas não tem força para manter o calor aceso no coração nostálgico.
7

Bom