Análise | West of Dead – Entre e pague seus pecados

Análises PC Xbox One
9

Incrível

Em West of Dead você acorda no purgatório, que acaba sendo um bar do velho oeste. Você não se lembra quem é ou mesmo porque está ali e deve seguir em frente para descobrir.

West of Dead é um roguelike dividido em capítulos

West of Dead é um roguelike dividido em capítulos, você percorre diversos cenários, iniciando nas Criptas derrotando inimigos cada vez mais desafiadores.

Duas armas são fornecidas de início, de forma aleatória. Outras armas podem ser obtidas no cenário e logo você descobre suas favoritas entre pistolas, escopetas e rifles.

O combate em West of Dead é simples, mas não significa que seja fácil. Você deve abater seus inimigos usando as coberturas do cenário, sem elas, você se torna um alvo fácil. As coberturas são destruídas conforme são danificadas, por isso devem ser usadas com sabedoria. Cada inimigo derrotado fornece Ferro, que é o dinheiro do game, e Pecados, que são usados para melhorias.

Em West of Dead você deve usar as coberturas do cenário para sobreviver
Use as coberturas e sobreviva

Como se trata de um roguelike, a cada nova partida você encontra salas e itens diferentes no caminho.

As Memórias em West of Dead

Como dito, de início não sabemos nada do personagem principal, mas conforme avançamos no cenário pedaços de memórias podem ser encontrados e nos dão um nome: Mason.

Cada pedaço de memória nos conta uma pequena história da vida de Mason e nos cabe juntar as peças. Tudo isso contado com a voz de Ron Perlman, ator conhecido pelo seu trabalho em Sons of Anarchy e Hellboy, que tem uma voz pra lá de característica.

A entrada para o purgatório é um bar do velho oeste! Não poderia ser diferente em West of Dead
A entrada para o purgatório é um característico bar do velho oeste

Os capítulos citados acima, avançam conforme você encontra e derrota o Pastor, que tem um papel importante na vida e morte de Mason. Cada chefe derrotado fornece habilidades, como teleporte para diferentes salas do mapa, tornando a exploração mais fácil e rápida.

Pagamento de pecados

Caso consiga encontrar a saída de cada cenário, você entrega os pecados coletados para a bruxa. Ela fornece uma lista de melhorias, desde permanentes, como uma poção para cura e outros itens e armas que são desbloqueados para serem encontrados em jogadas futuras.

Encontre a bruxa no final de cada cenário e pague os seus pecados
Entregue os pecados para a bruxa e receba melhorias

Já o Ferro pode ser usado no mercador, encontrado em cada mapa, vendendo armas e itens. Morrer significa perder todo o Ferro e Pecado coletado e voltar ao início.

Conclusão

West of Dead é um game divertido e viciante, que instiga o jogador a saber mais sobre Mason e avançar cada vez mais fundo no purgatório. O único ponto negativo é um bug específico, que me fez perder algumas rodadas.

Como mencionei acima, as coberturas podem ser destruídas, porém com o tempo elas retornam. O problema acontece quando você está em cima do lugar que as coberturas deveriam estar. Quando elas ressurgem você fica preso ao chão, sendo alvo fácil para seus inimigos. Ou então fica invisível, não conseguindo atirar ou realizar qualquer ação, sendo obrigado a reiniciar o jogo. Essa segunda opção é a que menos prejudica o jogador, já que o jogo salva o seu progresso entre as salas.

Apesar do bug ser irritante, ele não apaga tudo o que West of Dead oferece, me fazendo gastar horas e horas em busca do Pastor e dos seus pecados.

Siga o Pulo Duplo nas Redes Sociais!

Positivo

  • Voz de Ron Perlman combina perfeitamente no personagem
  • Desafiador
  • Sistema de progressão incentiva o jogador a continuar
  • Trilha e efeitos sonoros são marcantes

Negativo

  • A cobertura ao retornar pode congelar o personagem

Resumo

West of Dead é um roguelike divertido, desafiador e viciante que traz o protagonista Mason com a voz de Ron Perlman tentando descobrir sobre seu passado.
9

Incrível

Amante de livros, séries, mangás e claro, amante de jogos, principalmente aqueles com uma ótima e profunda história. Estuda pedagogia porque precisa trabalhar para comprar os games no lançamento.