esA vale quase R$100 mil, sugere a Kabum

Esports Notícias

Depois de ficar na ameaça, a Kabum! realmente entrou, ainda em maio, com uma ação contra a Keyd Stars, atual rival do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), por conta da contratação do jogador André Pavezzi, mais conhecido como esA.

O profissional vinha sendo uma das grandes esperanças de uma das equipes da empresa, a Kabum Orange, e esperava sua suspensão de um ano longe do cenário competitivo (pela prática de elojob, quando se evolui o nível de conta de terceiros por dinheiro) acabar para vê-lo assumir o papel de ad carry. Contudo, a Keyd perdera o coreano Emperor, que preferiu retornar ao seu país, e viu em esA uma boa peça para montar o novo grupo. A Kabum alegou, então, que a rival não pagou a multa rescisória do contrato, resolvendo assim recorrer aos seus advogados, que agora pedem a pequena quantia de R$ 95.506,08, divididos entre a mencionada multa (30 mil), os custos que teve com o atleta ( pouco mais de 58 mil) e uma indenização de 7,5 mil reais.

André Pavezzi (esA)

esA já como jogador da Keyd (Foto: Divulgação/Keyd Stars)

Os valores constam em um documento dirigido à 1ª Vara Cível de Limeira e foram divulgados pelo site MyCNB, assim como parte do conteúdo, como consta abaixo:

A Autora [KaBuM] ofereceu toda a assistência e preparação para que o primeiro Requerido [esA] tivesse condições de se recuperar e restabelecer seu nome no meio de jogos eletrônicos, de sorte a estar totalmente apto a competir nos jogos pela Equipe KaBuM! Orange. (…) É inegável que o repentino desligamento foi uma surpresa. A Autora não esperava o inadimplemento contratual, sobretudo às vésperas do torneio CBLOL.

Ainda no documento, a Keyd ainda é acusada de ter “agido desonestamente, aliciando o jogador” e que isso “prejudicou a relação contratual”. O diretor da organização, André Pontes, conversou com o MyCNB e disse que “a organização só começou a efetivamente negociar com esA depois de o jogador ter informado seu desligamento à KaBuM”.

Neste sábado, o CBLoL contará justamente com o confronto entre os dois times, e todas as atenções estarão em esA. Certamente, a batalha será ainda mais ferrenha.

Um simples desenvolvedor com textura realista que quer desligar a PhysX e sonha a 120 frames por segundo. Pena que a memória é baixa.