Rumo a Londres: Tudo sobre a etapa Brasil do FIFA Interactive World Cup

Esports PC Playstation 4 Xbox One

Quase seis horas de competição, duas plataformas e diversos e-atletas, assim podemos resumir o que foi a etapa Brasil da FIFA Interactive World Cup, realizada em São Paulo, no último dia 8 de julho. Após partidas intensas de FIFA 17 no PlayStation 4 e Xbox One, dois jogadores garantiram suas vagas para a etapa das Américas, em Los Angeles.

32 atletas digitais disputaram várias partidas ao vivo, subdivididos em dois torneios de 16 pessoas (um do PS4 e outro do X1). O campeão de cada teve sua vaga garantida para a etapa americana, que levará oito competidores para as finais mundiais em Londres.

Depois de muitos confrontos, Lucas Gonçalves da Costa, 19 anos – o LucasRep_98 – e Miguel de Assis Bilhar, 18 anos – o SpiderKong – venceram a etapa nacional, realizada pela Visa e pela FIFA. Campeões das plataformas PS4 e Xbox, respectivamente, eles ganharam um prêmio no valor de R$ 5 mil cada, e agora preparam-se para concorrer na FIWC America’s Qualifier.

Os campeões Spiderkong e LucasRep98 recebem o troféu de campeão da FIWC etapa Brasil.

Jogando contra Luís Guilherme Alves (luisguialves), Lucasrep_98, venceu por 1 x 0, no último minuto. Lembrando que ele jogou seu primeiro campeonato oficial no ano passado, vencendo de forma invicta. Neste ano, Lucas classificou-se para a etapa de Miami do FIFA Ultimate Team, onde foi campeão, indo direto para o mundial em Berlim (ficando pelas quartas de final como o 5° melhor jogador do mundo).

Já o simpático Miguel “SpiderKong”, jogou no Xbox contra Matheus Mota Guedes (MatioS) e venceu por 4 x 1. Apesar do primeiro tempo bastante disputado, ele goleou seu adversário no segundo tempo, consagrando-se campeão pela primeira vez. Miguel joga FIFA desde criança, porém começou a competir no Pro Clubs de FIFA 15, chegando até a seleção brasileira. Treinou muito para competir nos torneios de FIFA 17 e sonhava com essa classificação.

Realmente não esperava ganhar quando cheguei aqui. Não que eu não tivesse potencial, mas o pessoal do Xbox do Brasil é muito forte, tem muita gente boa. Ali, sentado, cheio de luz na cara e o nervosismo… mas deu tudo certo.

image-30103

Nossa entrevista com o campeão do Xbox One, Spiderkong.

SpiderKong, como tantos outros atletas, ainda busca patrocínio. Todavia, isso não será impeditivo para a etapa nos Estados Unidos. Acostumado ao FIFA Ultimate Team, encontrou na forma pleiteada na FIWC (com times tradicionais do esporte) outro desafio. Antes ele via o Rafifa13 e outros brasileiros como inspiração e esperava um dia chegar no mesmo lugar que eles. Hoje, Miguel vai junto com os demais classificados para as próximas fases.

E por falar nele, o brasileiro Rafael “Rafifa13” Fortes também marcou presença no evento. O primeiro jogador brasileiro de FIFA a ser contratado por um clube europeu – no caso, o Paris Saint-Germain -, foi ao evento como forma de treino, uma vez que já está classificado para as finais da FIWC em Londres, por ficar entre os oito primeiros nas finais do FIFA Ultimate Team, realizado em Berlin.

Aficionado por futebol, Rafifa nos contou que treina dentre duas a três horas por dia e que começou a jogar FIFA com maior frequência em 2008, ainda no Xbox 360, contra seu irmão e contra o próprio jogo. Já em 2012, o atleta venceu um campeonato nacional do game, momento onde ele percebeu que teria futuro no cenário. Depois disso, vieram os títulos: novamente campeão brasileiro, americano em Miami (onde recebeu a proposta para tornar-se atleta do PSG) e logo em seguida veio o mundial em Berlin, onde ficou entre os oito melhores.

A semana do evento também marcou a estréia do canal do Twitch da VISA para Esports, por onde foi feita a transmissão oficial do torneio. O VP de Marketing da empresa, Sérgio Giorgetti, nos contou que essa é apenas uma de outras futuras iniciativas no universo dos esportes eletrônicos:

Realizar em parceria com a FIFA e com exclusividade para o Brasil, o FIFA INTERACTIVE WORLD CUP™, foi para a Visa e para todos os envolvidos uma experiência extraordinária. O Esport tem em sua essência um caráter transformador e inovador, totalmente alinhado com a estratégia tecnológica que a Visa tem adotado no mundo inteiro. Pudemos comprovar o crescimento do consumo e do interesse dos brasileiros pelo mundo dos games e, vamos seguir buscando entrar nesse universo de forma sólida, permitindo criar a melhor experiência possível para os amantes de Esport.

Além de ser patrocinadora oficial da FIFA – e consequentemente da FIWC -, a VISA também patrocina a SK Gaming. Giorgetti ainda nos contou que eles têm interesse e estarão de olho na possibilidade de patrocinar outras equipes e até atletas, o que mostra que a crescente dos esportes virtuais está apenas em um promissor início.

Continue conosco para nossa cobertura do FIWC America’s Qualifier, nos dias 28 e 29 de julho, junto com nossa torcida pelos classificados, rumo a Londres. Vai, Brasil!

Games Editor, geek multi-classe e fã de esportes que acredita que bom mesmo é jogar games, pouco importa a plataforma.