Um novo game de Vampiro: a Máscara está por vir? ARG dá pistas a favor

App semelhante ao Tinder esconde pistas que podem indicar um novo game baseado no RPG de mesa.

Notícias

Há alguns dias atrás, eu terminei pela enésima vez meu queridíssimo Vampire: the Masquerade – Bloodlines, na mentalidade de que dificilmente apreciaria um jogo da franquia novamente. Eis que me deparo com uma matéria do Rock, Paper, Shotgun e, por conseguinte, o Tender, uma espécie de app de relacionamentos para lá de estranho.

E não, não estava em busca disso – até porque o aplicativo, quanto mais se mergulha nele, menos se assemelha a um algoritmo de busca por minha alma gêmea. Afinal, perguntar meu tipo sanguíneo ou se tanatologia e demonologia fazem parte dos meus interesses não é algo esperado de um site do gênero. Eu queria ter esperanças e ver a marca da Paradox Interactive – empresa que comprou a White Wolf (autora de RPGs como Vampiro: a Máscara, Mago: a Ascensão e Lobisomem: o Apocalipse) – assim que acessei o site só aumentou as expectativas.

Segundo a página Game Detectives, o ARG (jogo de realidade alternativa) do Tender teve início no dia 19 de janeiro, quando o usuário do Twitter John Knox lançou uma série de quebra-cabeças, divulgados por alguns youtubers. Vários puzzles depois, a versão aberta do Tender foi posta no ar.  Vale destacar sua estilizada gota de sangue como marca (semelhante a do Tinder) e a frase “Whether you’re looking for meaningful friendships, true love or simply a late night bite with a kindred spirit, Tender is here to help” (“se procura por amizades sinceras, amor verdadeiro ou simplesmente um lanchinho tarde da noite com sua alma gêmea, o Tender vai te ajudar”, em tradução livre) que pode ser vista no campo meta do site. Perceberam o uso das palavras “bite” (morder) e “kindred” (como é chamado um vampiro no RPG)?

A maior pista, no entanto, talvez esteja nos próprios livros de RPG. Em um dos manuais básicos para a recém-lançada quinta edição de Vampiro (mais precisamente o livro da Camarilla), consta o seguinte trecho (em tradução livre):

“Alguns usuários de serviços de relacionamentos como Tender e OkCupid montam perfis falsos usando fotos obtidas de algum lugar. Eles usam esses perfis artificiais para atrair homens ou mulheres (na maioria, homens) esperançosos e contatá-los, manter pseudorelacionamentos online e marcar um encontro com seus potenciais namorados.”

Provavelmente, esta não deve ser uma sequência do Bloodlines, visto que a propriedade intelectual ainda pertence a Activision. No entanto, seria essa evidência apenas um erro de escrita no livro ou um indício de um novo jogo, na ambientação da quinta edição? Talvez tenhamos mais novidades no dia 14, o Dia dos Namorados americano, como dá a entender o tal John Knox em sua recente “tuitada”.

Enquanto isso, o game Werewolf: the Apocalypse – Earthblood, título também baseado nos jogos da White Wolf e anunciado em 2017, está previsto apenas para 2020.

Um simples desenvolvedor com textura realista que quer desligar a PhysX e sonha a 120 frames por segundo. Pena que a memória é baixa.