5 curiosidades sobre Assassin’s Creed: Last Descendants – O Destino dos Deuses

Foram quatro anos de espera mas Assassin's Creed: Last Descendants - O Destino dos Deuses finalmente chegou.

Artigos Literatura

Depois de uma longa espera, finalmente recebemos o último livro da trilogia Assassin’s Creed: Last Descendants. Para ter uma noção de quão longa foi a demora no lançamento de O Destino dos Deuses, seu antecessor
O Túmulo de Khan foi lançado em 2016 enquanto Revolta em Nova York um ano antes. Foram quatro anos de diferença em relação ao primeiro livro.

O Destino dos Deuses é a conclusão das aventuras de Owen, Javier e dos outros jovens envolvidos no Evento de Ascendência, o fenômeno raro de memória genética descoberto pelo ex-integrante da Abstergo Monroe.

Imagem dos três livros da série Assassin’s Creed: Last Descendants, Revolta em Nova York, O Túmulo de Khan e O Destino dos Deuses.

Separei cinco curiosidades nos tópicos abaixo para que você possa pesar se essa aventura é adequada ao que procura como leitor e/ou fã de Assassin’s Creed:

1. A publicação é a mais atualizada sobre o tempo presente da franquia no Brasil

Os fãs de Assassin’s Creed que acompanham a série desde seus primórdios, ou que resolveram jogá-las depois de conhecer jogos mais recentes da franquia, sabem que a história do tempo presente da série era muito forte durante a saga Desmond. Nos jogos seguintes esse equilíbrio entre o tempo presente e a história do ancestral dos usuários do Animus foi diminuindo, o que tirou um pouco dessa essência da dessincronização.

O terceiro e último volume de Assassin’s Creed: Last Descendants é uma ótima oportunidade para fãs brasileiros se atualizarem sobre o que ocorreu enquanto estávamos presos ao Animus nos jogos.

2. O Evento de Ascendência

O Destino dos Deuses finalmente revela a importância desse evento de memória genética raro e como ele funciona. Com o uso do Animus, os indivíduos abrangidos por esse evento podem acessar memórias bem diferentes de tudo o que foi demonstrado até então na franquia. Vale a leitura para entender melhor como isso acontece.

3. História Nórdica

Se a história dos Vikings e companhia for algo interessante para você, esse é o livro onde poderá desfrutar de combates e interações entre guerreiros, camponeses e nobres nórdicos. Entre as interações dos ancestrais dos jovens personagens de O Destino dos Deuses, podemos destacar a presença de Harald Dente Azul, o rei dinamarquês que inspirou o nome da tecnologia Bluetooth.

4. Outras organizações além de Assassinos e Templários

Faz algum tempo que Assassin’s Creed evoluiu de uma narrativa muito focada na polaridade entre Assassinos e Templários para algo um pouco mais maduro e diverso. Com o credo dos Assassinos e a ordem dos Templários e suas regras tão opostas, é compreensível entender que muitos indivíduos não concordem 100% com suas crenças e ações. Por esse motivo que é interessante ver como o livro aborda outras organizações que se desprendem das duas facções, sendo mais extremistas, como os Instrumentos da Primeira Vontade, ou equilibrados como a crença solitária de Monroe entre os dois grupos principais.

5. Você gosta de teorizar sobre a franquia?

Um dos principais motivos pelo qual me interessei por procurar outros materiais além dos jogos de Assasssin’s Creed foi a possibilidade de entender sobre os bastidores dos Animus e entender as motivações de personagens da franquia. A série de livros escrita por Oliver Bowden que abrange Irmandade até Juramento do Deserto, nos mostra a perspectiva dos ancestrais protagonistas dos jogos. Entretanto quando vemos o livros de Christie Golden (livro do filme e Heresia) e trilogia Last Descendants de Matthew J. Kirby, temos um material muito mais rico para trabalhar no tempo presente. Com esse conteúdo podemos nos ambientar no lore que integra jogos, livros e até mesmo o filme.

O objetivo aqui não é falar sobre tudo o que acontece em Assassin’s Creed: Last Descendants – O Destino dos Deuses, mas sim trazer um teaser do que você pode encontrar de conteúdo nessa publicação e analisar se esse é um livro que poderia integrar sua biblioteca. Caso tenha se interessado pelo conteúdo e queira mais, nos deixe saber pelas redes sociais do Pulo Duplo.

Aparentemente fragmentado, geralmente atarefado mas certamente engajado, este profissional do ramo bancário da seus pulos duplos no mundo dos games por ser fascinado pela forma como esta "arte" influencia os indivíduos.