Prévia | Carrion – Devore humanos para sobreviver

PC Prévias

Carrion foi anunciado na conferência da Devolver Digital na E3 2019 e mesmo com um trailer rápido já chamou a atenção. O game indie estilo metroidvania te coloca na perspectiva do monstro, onde seu objetivo é devorar os humanos do local. Recentemente uma demo foi disponibilizada no Steam e aqui você fica sabendo o que achamos dos primeiros minutos de Carrion.

O jogador assume a pele de uma criatura sem forma que rasteja pela ventilação de um laboratório subterrâneo. Todo o cenário dá a entender de que se trata de algo secreto, onde os cientistas trabalham em projetos duvidosos. Devorar humanos faz com que você aumente sua forma e ganhe mais habilidades. De início só é possível abrir certas ventilações, mas conforme humanos são devorados, a criatura se torna maior e pode usar outros golpes para quebrar paredes de madeira e soltar ácido, por exemplo.

Carrion humanos

O laboratório não possui somente cientistas indefesos e seguranças usando armas de fogo e escudos também devem ser enfrentados. A sensação de ser uma criatura invencível logo se perde diante das armas que machucam e dividem a criatura rapidamente, portanto é preciso cautela e estratégia para lidar com certos humanos. Sistemas de segurança com lasers também são uma ameaça para a criatura.

Carion inimigos

A demo é curtinha, com no máximo meia hora de gameplay. Ela termina após o jogador realizar certas tarefas para abrir uma passagem, quando a criatura a adentra, a demo se encerra. Porém, nesse curto tempo, me diverti bastante devorando e jogando ácido nos humanos. Se tratando de um metroidvania, senti falta de um mapa, que espero encontrar na versão final do game.

Carrion se mostrou super divertido e com um grande potencial nessa demo. Mal posso esperar para desbloquear novas habilidades e devorar mais humanos.

Amante de livros, séries, mangás e claro, amante de jogos, principalmente aqueles com uma ótima e profunda história. Estuda pedagogia porque precisa trabalhar para comprar os games no lançamento.