Prévia | Resident Evil 3

PC Playstation 4 Prévias Xbox One

Resident Evil 3 foi o primeiro jogo da franquia que tive a oportunidade de conhecer. No auge do PlayStation, me assustava com absolutamente tudo na tela, inclusive um papel voando. Desde então, joguei a sequência até o mais recente, Resident Evil VII.

Quando o remake de Resident Evil 2 foi muito bem recebido pelo público, a esperança era de que a Capcom logo anunciasse o retorno de Resident Evil 3. Esse anúncio aconteceu em dezembro, depois de vários rumores, e surpreendeu a todos com a já revelação da data de lançamento: 3 de abril.

No dia 19 de março a Capcom liberou a demo em todas as plataformas e é dela que falaremos aqui. É uma demonstração curta. Caso você siga diretamente para o objetivo, a gameplay dura por volta de 40 minutos.

O início

Iniciamos com Jill chegando ao metrô, já acompanhada por Carlos. Lá eles tem uma conversa com Mikhail Victor, líder do pelotão da U.B.C.S. que explica rapidamente a situação em que se encontra a cidade. O objetivo deles é fazer o metrô funcionar para resgatar sobreviventes e para isso pedem a ajuda de Jill. Relutante, ela aceita ajudar em favor dos sobreviventes.

De início já encontramos munições, ervas, pólvoras e manuais para utilizar e combinar os mesmos. Atenção para as caixas envoltas em fita amarela, que podem ser quebradas para obter itens! Quando nos deparamos com a cidade, apesar da conversar com Mikhail dar a entender que a epidemia é recente, vemos um cenário já bem construído e maduro de caos. Sobreviventes correm dos zumbis em meio aos carros abandonados, sujeira e fogo.

O jogo logo te dá um pequeno tutorial de como atirar e desviar dos vários alvos morto-vivos espalhados pela cidade. Avançando um pouco pelas ruas, Carlos chama Jill pelo rádio e avisa que ela deve dar a volta por um beco, mas este está tomado pelo fogo. Seu objetivo é passar por ali, de alguma maneira.

Gameplay

Você deve então explorar em busca de alternativas. A exploração, claro, consiste em atirar (não recomendado) ou correr (melhor) dos zumbis no caminho. Como de praxe da franquia, o início do game dá a entender que teremos munição a vontade, mas quem já jogou algum Resident Evil sabe que não é bem assim. Sempre é bom correr dos zumbis quando tiver essa alternativa, até porque você gasta várias balas até matar um deles.

A gameplay é muito parecida com o Resident Evil 2. A novidade fica no movimento de esquiva de Jill, que pode desviar rapidamente de um ataque zumbi ao apertar um botão no momento correto. Não há nenhum aviso na tela para o momento certo de desviar, tudo depende da hora que você achar correta.

O inventário é algo irritante de início, pois ele é muito pequeno. Você deve ir e voltar várias vezes do baú se quiser garantir todos os itens encontrados.

Você pode entrar em várias lojas nas ruas e explorá-las em busca desses itens. Em uma delas, você encontra uma mangueira de incêndio, que com certeza é o item correto para passar por aquele beco. O jogador logo é levado a pensar que está tudo bem, nesse ponto ele já se acostumou com os zumbis e não há necessariamente um perigo real. Até ele aparecer.

Nemesis

Lembra quando o Mr. X aparecia em Resident Evil 2 e você o temia e saia correndo escutando os passos dele nas suas costas? Você vai desejar muito um Mr. X em vez do Nemesis. Pra começo de conversa, só correr não vai dar certo. Ele também corre. E também pula de cima dos prédios. Portanto aqui você deve usar o novo recurso do game: o desvio. Mas é muito diferente desviar dos zumbis e desviar do Nemesis.

Ele é brutal e consegue muitas vezes executar um combo de três socos que logo deixam seu estado no vermelho. Ah, ele também te puxa para perto com seus tentáculos.

Nemesis é uma ameaça constante, que somente dá um momento para respirar nas salas seguras. Assim que você as abandona, ele está lá te esperando.

O fim

Em meio ao desespero, você acha seu caminho de volta para o beco em chamas. Aqui a demo se encerra, com Jill encarando Nemesis e apontando sua pistola pra ele (o que me fez rir). Um trailer do game é apresentado no final, para que aumente o seu hype.

No meu caso, não precisava de um trailer para aumentar minha vontade de jogar. Mesmo sabendo que vou me desesperar completamente com o Nemesis em meu encalço, não vejo a hora de colocar as mãos no jogo completo. E que Deus me ajude.

Amante de livros, séries, mangás e claro, amante de jogos, principalmente aqueles com uma ótima e profunda história. Estuda pedagogia porque precisa trabalhar para comprar os games no lançamento.