Destiny 2: Beyond Light, expansões e futuro do jogo

Live focada em Destiny 2: Beyond Light também mostra um pouco mais das próximas expansões, futuro do jogo e versões de PlayStation 5 e Xbox Series X

Artigos Notícias PC Playstation 4 PlayStation 5 Xbox One Xbox Series X

Destiny 2: Beyond Light será a primeira nova expansão do futuro do jogo, e tem data prevista de lançamento para 22 de setembro. Mas se você acha que essa foi a única revelação da Bungie, engana-se! Em live transmitida hoje (9), a empresa também mostrou um pouco de suas duas próximas expansões, informações sobre a versão do jogo para PlayStation 5 e Xbox Series X, planos de crossplay dentre outras novidades.

Season of Arrivals

Season of Arrivals servirá como um prólogo para Beyond Light. Em preparação para a guerra contra a Treva (Darkness), os jogadores poderáo participar de eventos públicos em Io, sob o enorme navio Pirâmide que se ergue no horizonte. O navio trará diversos inimigos e faz com que jogadores tenham que trabalhar com outros grupos de jogadores para derrotá-los e explorar o poder misterioso da pirâmide.

Este momento também marca a chegada da Treva. Depois de provocar os jogadores com os disparos de bunkers Rasputin em um inimigo misterioso, acima de certos planetas poderemos ver a armada dos navios da Pirâmide pairando no céu – como em Io, Marte, Mercúrio e Titã. A guerra não começa até o outono, contudo a Treva está no sistema Sol, pronta para começar a dominar planetas. Além disso, toda nova temporada vem um Passe de Temporada, com itens liberados automaticamente para quem tem o Passe. Quem preferir o caminho gratuito tem que adquirir níveis suficientes. Veja abaixo o roadmap da Season of Arrivals:

Veja os eventos de Destiny 2 Season of Arrivals
Veja todos os eventos da Season of Arrivals

Além da Luz e a lua Europa

E espera tem data para terminar! Dia 22 de setembro, Destiny 2: Beyond Light estará disponível, e a terceira expansão principal do game terá muito conteúdo. A começar por Europa, a pequena e gélida lua de Júpiter será o palco desta novidade, onde seremos conduzidos para lá por Eris Morn, The Drifter e o misterioso Exo Strange, do Destiny original. Nela, o estranho trio estará reunido para nos ajudar a começar a batalha contra a escuridão. E se tem uma novidade tão grande quanto está são as novas subclasses.

Se anteriormente os Guardiões podiam conta apenas com armas e habilidades de Arco, Solar e Vácuo, agora um novo elemento é introduzido pela primeira vez desde o lançamento do Destiny original, o Estase. Tal novo elemento tem como base a manipulação do tempo e também trará novas subclasses. Infelizmente teremos que aguardar um pouco mais para saber o que serão capazes de fazer, pois a Bungie ainda está calada sobre o funcionamento das subclasses Stasis. Provavelmente eles devem revelar cada uma delas no desenrolar dos próximos meses.

De contrapartida, Europa nos traz um novo ataque dentro da Cripta da Pedra Profunda (Deep Stone Crypt). Rumores iniciais imaginaram que essa Raid seria em Encélado, lua de Saturno, porém a Cripta da Pedra Profunda é um local misterioso no universo de Destiny. Afinal, afirma-se que a primeira consciência Exo foi criada lá, e Exos ainda sonha com isso.

Anos 5 e 6

Bungie revela Destiny 2: Beyond Light e mais duas expansões
Essas são as três próximas expansões de Destiny 2

E quem achou que teríamos novidades apenas de Destiny 2: Beyond Light, enganou-se. A equipe da Bungie também revelou Destiny 2: The Witch Queen e Destiny 2: Lightfall. A novidade em 2021 conta com Savathun, a irmã trapaceira de Oryx – principal antagonista de Destiny na primeira expansão da série. Pelo que o título sugere, provavelmente teremos que caçar Savathun, semelhante ao episódio de Orxy. Será bom dar cabo nessa família de uma vez por todas, Guardião.

Já em Lightfall não teve muitos detalhes revelados, contudo imaginamos que essa pode ser a cartada final da Treva contra os esforços da Luz. E se os Cabal já deram tanto prejuízo, imagina o grande antagonista da série. E para trazer tudo isso, a Bungie avisou que alguns conteúdos irão para uma espécie de cofre, onde não teremos acesso a Marte, Mercúrio, Io ou Titã por um tempo. A ideia aqui é que possamos explorar os demais lugares na atual expansão e depois poderemos revisitar as versões melhoradas desses locais quando retornarem no futuro.

Para “compensar” isso, eles revelaram o retorno da Câmara de Cristal (Vault of Glass) – primeira Raid da história de Destiny. De acordo com eles, ela deve voltar em algum momento do Ano 4, onde também poderemos revisitar o Cosmódromo e seus três Strikes.

Masmorra grátis para todos!

Em celebração a tantas novidades, uma nova Masmorra – uma espécie de mini-raid, mais curta e para três jogadores – estará disponível ainda hoje (9). Profecia acontecerá no reino dos misteriosos IX. Nela teremos a oportunidade de conquistar novas armas de fundição DAITO e armaduras reprisadas dos Trials of the Nine. As duas últimas Masmorras também vieram com uma missão exótica, mas atualmente não se sabe se Profecia também trará uma. A Masmorra já está no game, porém lembramos que ela ficará disponível somente durante a Temporada das Aparições.

PlayStation 5, Xbox Series X e crossplay

Destiny 2 também estará disponível no PS5 e XSX
Destiny 2 também chegará na next-gen, Guardião!

Por último, mas não menos importante, a Bungie confirmou que o jogo estará disponível para os consoles da próxima geração. Para melhorar, todo o conteúdo que você tiver no seu console dessa geração passará gratuitamente para o da próxima, desde que na mesma família (PS4 para PS5 e X1 para XSX). Destiny 2 chega para os PlayStation 5 e Xbox Series X ainda no final deste ano, com resolução 4K e 60 fps. O game também terá crossplay entre consoles da mesma família e eles esperam conseguir crossplay entre todas as plataformas em algum momento de 2021.

Essa quantidade de novidades anima qualquer veterano ou novato da série. Mas se você é um dos que parou de jogar, ficou animado para retornar?

Games Editor, geek multi-classe e fã de esportes que acredita que bom mesmo é jogar games, pouco importa a plataforma.