fbpx

Game Boy: confira 10 curiosidades sobre o pequeno gigante da Nintendo

Para comemorar o aniversário, listamos algumas curiosidades do console portátil da Nintendo que revolucionou o mercado: o Game Boy.

Artigos Tech Vintage

Em 21 de abril de 1989, o Game Boy era oficialmente lançado nas lojas japonesas. Dois meses depois, o console portátil da Nintendo chegava na América do Norte. Uma criação de Gunpei Yoki, designer de produtos da Nintendo e responsável por outros sucessos da empresa como o Game & Watch e o brinquedo Ultra Hand.

image-274850
O pequeno gigante da Nintendo.

Lançado com um display monocromático de fundo verde, o videogame chegou com gráficos em 8-Bits e imagens em preto e branco. Muitos apontavam que o produto não daria certo, devido ao sucesso moderado do Game & Watch e a falta de imagens em cores a semelhança do Famicon / Nintendo.

Ao lado da equipe de desenvolvimento de produtos da empresa, a R&D1, Yoki provou o sucesso absoluto do produto com 300 mil unidades vendidas na primeira semana no Japão e 40 mil no primeiro dia de vendas nos Estados Unidos. Na terra do Tio Sam, por exemplo, o estoque dos portáteis foi esgotado na primeira semana de lançamento, voltando às prateleiras das lojas quase dois meses depois.

https://tecnoblog.net/meiobit/wp-content/uploads/2018/05/20180509yokoi.jpg
Gunpei Yoki e o modelo Light do portátil. (Imagem: Alvanista)

Infelizmente, Gunpei Yoki faleceu em 4 de outubro de 1971, no auge dos seus 56 anos. Mas o profissional deixou para a Nintendo um produto que tornou-se o “pai” e “avô” de várias gerações de consoles e portáteis.

Para celebrar o aniversário de 32 anos do portátil, trouxemos uma pequena lista com 10 curiosidades sobre o portátil monocromático da Nintendo.

1 – Inspirado por uma calculadora

Casio relança calculadora musical dos anos 80 que também é videogame -  TecMundo
Segundo Yoki, uma calculadora Casio inspirou a criação do portátil.

Apesar de muitos apontarem que a inspiração para o Game Boy partiu do seu antecessor, o Game Watch, Gunpei Yoki afirma que a ideia surgiu de algo inusitado. Ao voltar de trem para casa à noite, Yoki observou um jovem trabalhador de escritório brincar com uma pequena calculadora de bolso. A brincadeira era apertar as teclas e formar pequenas melodias com o aparelho.

Assim, Yoki planejou um console aos moldes do Famicom que coubesse no bolso, fosse simples e barato. O primeiro protótipo foi apresentado aos executivos da Nintendo em meados de 1987. Todos amaram o produto e iniciaram seu desenvolvimento, buscando formas de baratear o resultado final.

O estimado pelos executivos era que o produto vendesse 25 milhões de unidades nos três primeiros anos de lançamento. Segundo a própria Nintendo, o Game Boy atingiu a marca de 32 milhões de unidades vendidas no mesmo período.

2 – A tela colorida foi cogitada

Durante a fase de desenvolvimento, Yoki e a equipe de desenvolvimento da R&D1 cogitaram tornar a tela do portátil colorida. Infelizmente, o custo dos componentes para um versão colorida tornaria o preço final do console muito alto. A versão original do Game Boy foi lançada ao preço médio de 100 dólares em 1989.

https://cdn.shopify.com/s/files/1/0689/3143/products/Untitled1_1200x1200.jpg?v=1585843498
A tela colorida só chegaria com o modelo Color em 1998. (Imagem: Ebay)

Outros acreditam que o real motivo da versão monocromática era o gasto de energia. Enquanto a versão preto e branco aproveitava 20 horas de jogatina com pilhas, a estimativa era que a versão colorida sobrevivesse por apenas quatro horas.

3 – Game Boy x Game Gear

https://preview.redd.it/iw3d5l8xtio11.jpg?auto=webp&s=af65cb36fa4e8092c8a38c745caec4e6ed2c6732
O portátil da Nintendo levou a melhor na disputa. (Imagem: Reddit)

A rivalidade entre Sega e Nintendo foi notória durante as gerações dos 8 e 15 bits. O mesmo aconteceu na parte dos consoles portáteis. Para não ficar atrás da rival, a Sega lançou outubro de 1990 o seu portátil Game Gear.

Com a promessa de ser melhor que o adversário Game Boy, o portátil trazia uma tela em cores e várias funções extras como rádio FM, receptor de TV e acessórios como pilhas recarregáveis (inéditas na época) e carregador solar.

Infelizmente, a duração da bateria (6 pilhas AA para funcionar por 5 horas), o tamanho e peso prejudicaram as vendas do produto. Em seu tempo de vida, estima-se que o Game Gear tenha vendido pouco mais de 10 milhões de unidades, a maioria no território japonês.

4 – O cabo Game Link

image-274851
O cabo link perpetuou nos consoles da Nintendo até o Nintendo DS.

Em sua concepção, o Game Boy não foi imaginado para partidas multiplayers. Apenas durante o desenvolvimento, Gunpei Yoki imaginou a ideia do Cabo Game Link baseado nos cabos dos principais computadores da época.

No início de 1988, durante a apresentação do segundo protótipo do Game Boy, Yoki e sua equipe apresentaram o Cabo Game Link. Em seu lançamento no Japão, os títulos que apresentavam a função multiplayer para disputas foram Tennis e Baseball.

5 – A popularização do Tetris

Game Boy
image-274852
Várias unidades do GB no Ocidente vinham com Tetris

Em seu lançamento no Ocidente, o console popularizou um dos maiores puzzle games da história: Tetris. Tudo por que o game vinha junto com o console portátil em suas primeiras unidades até 1992. No geral, o puzzle russo vendeu mais de 35 milhões de unidades no Game Boy.

Dizem que a popularidade do jogo no portátil monocromático da Nintendo alimentou a produção dos telejogos chineses Brink Game e suas dezenas de variantes ao longo dos anos.

6 – Wario: o novo mascote da Nintendo

https://i.ytimg.com/vi/PKvqnCFgY3w/maxresdefault.jpg
De vilão à herói, Wario é um dos grandes sucessos do portátil.

Um dos games de maior sucesso do portátil foi o Super Mario Land. Devido ao sucesso, uma sequência chegou ao Game Boy três anos depois do seu lançamento. Pensando em atrair novos olhares para um terceiro título, a Nintendo decidiu introduzir um novo protagonista: o antagonista Wario.

O lançamento de Wario Land: Super Mario Land 3 aconteceu em 21 de janeiro de 1994. O anti-herói foi apresentado pela primeira vez em Super Mario Land 2 e agradou ao público japonês. Pensando nisso, a Nintendo modificou o projeto do terceiro Mario Land, inserindo Wario no lugar do protagonista padrão da série.

7 – Pocket Monsters e o sucesso avassalador

image-273754
Já falamos bastante sobre a história dos monstros de bolso em outra lista

Já falamos bastante sobre Pokémon Red e Blue em outra lista de curiosidades. Mas não custa ressaltar que os títulos da primeira geração dos monstrinhos de bolso foram o maior sucesso do console, vendendo mais de 31 milhões de cópias. Perde apenas para Tetris, mas vale ressaltar que o puzzle foi vendido junto com as primeiras unidades de Game Boy vendidas no Ocidente, puxando o resultado final.

Red, Blue e Green são os títulos Pokémon mais vendidos da série.

8 –  O modelo Game Boy Pocket

https://images-na.ssl-images-amazon.com/images/I/91wvcE9vX3L._AC_SL1500_.jpg
O modelo Pocket.

Em 1995, a Nintendo encerrou a produção do modelo original do Game Boy. Em seu lugar, surgia o Game Boy Pocket, um modelo 30% menor e com uma tela com maior resolução e sem a cor esverdeada.. Outra novidade do novo portátil é a necessidade de usar apenas duas pilhas AAA para uma duração média de atividade de 12 horas.

9 – Surge a  luz com o Game Boy Light

image-274853
O raro modelo Light.

Já em 1997, a Nintendo trouxe o modelo Light. O novo portátil era maior que a versão Pocket, mas com um adicional: luz interna na tela. Com isso, era possível jogá-lo no escuro. Porém, a versão foi lançada oficialmente apenas no Japão e na Europa. Algumas unidades foram montadas na Zona Franca de Manaus durante a gestão da Nintendo no Brasil pela empresa Playtronic em 1998.

Atualmente, o GB Light é um dos modelos mais caros do portátil em sites de leilão, com preços beirando os R$1.500 no Mercado Livre.

10 – O adeus do monocromático com o GB Color

Com a proximidade dos 10 anos do portátil, existia uma verdadeira pressão por parte dos investidores no lançamento de uma nova versão do console. Com rivais como Bandai Namco e Neo Geo anunciado, respectivamente, os portáteis Neo Geo Pocket e Wonderswan, a Nintendo correu com o lançamento do Game Boy Color. O portátil em cores foi lançado em 21 de outubro de 1998, chegando ao Ocidente em novembro do mesmo ano;

image-274854
O Game Boy Colour veio em várias cores e modelos. (Imagem: Screenrat)

Com retrocompatibilidade com os modelos originais preto e branco, o modelo em cores é considerado um membro da família original do GB. No total, os modelos padrão, Light, Pocket e Colors venderam mais de 118 milhões de unidades.

Curtiram as curiosidades do saudoso portátil da Nintendo? Não deixe de conferir também nossa lista de curiosidades sobre o PlayStation 2 e o querido The Legend of Zelda.

*Com informações da Nintendo, Nintendo Life e Wikipedia.

Jornalista, analista de mídias e sergipano com orgulho. Apaixonado por "quase" tudo que vem do Japão, em especial animes e jogos. Um eterno sonhador que sempre busca novos desafios!