fbpx

20 anos do Gamecube – confira uma lista de curiosidades

No aniversário dos 20 anos do Gamecube, fizemos uma lista com algumas curiosidade do console cúbico da Nintendo.

Artigos

O Gamecube completou 20 anos! No dia 14 de setembro de 2001, chegava às lojas japonesas o console sucessor do Nintendo 64. Com seu inusitado formato de cubo, o novo videogame de mesa da Nintendo prometia muito. Mas o sucesso ficou apenas na promessa. Em seus anos de existência, o cubo vendeu apenas 22 milhões de unidades globalmente.

Apesar do fracasso comercial, o console de mesa trouxe títulos surpreendentes de franquias já conhecias como Super Mario, The Legend of Zelda e Metroid. Teve também a estreia do irmão do Mario, Luigi, em seu próprio game: Luigi’s Mansion. Além disso, o console trouxe vários títulos “AAA” de outras publishers como Capcom, EA e Sega.

Para celebrar os 20 anos do Gamecube, fizemos uma pequena lista com curiosidades sobre a pequena caixinha de surpresas da Nintendo.

1- A curiosa caixinha da Big N

O design de cubo com aquela alça na parte traseira era descrito como “um meio de tornar o console facilmente transportável”. A ideia de “portabilidade” do console também partia a sua extrema resistência a quedas. Seu formato de disco em mini DVDs também trazia a ideia de compacto. Para tanto, a própria Nintendo vendia estojos oficiais para transporte do console de alça.

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/b/bb/Gamecube-console.png
Após 20 anos do Gamecube, os desenvolvedores ainda defendem a ideia de “mobilidade” do console

Infelizmente, a ideia não vingou e o console foi extremamente criticado. Um dos principais motivos é a capacidade de armazenamento dos próprios mini DVDs, com pouco mais de 1,5 GB (1/3 do tamanho de um DVD padrão).

2 – Antes era um golfinho

Prototype Nintendo Gamecube Project Dolphin Controller On Ebay - YouTube
O controle referente ao “Project Dolphin” (Imagem: Pebos Channel)

O design do Gamecube foi desenvolvido em parceira com a ArtX, empresa de engenharia de computadores e outros produtos. O sistema do console e seu processador gráfico foram desenvolvidos por volta de 1998, já planejando a entrada na Nintendo na sexta geração de consoles. Em maio de 1999, o console foi oficialmente anunciado com o codinome de “Project Dolphin”. Anteriormente, o processador gráfico era chamado de “Flipper”, nome do golfinho da famosa série de filmes.

3 -Mas também já foi uma lagartixa

Segundo fontes na época do lançamento, o projeto do console ficou empacado na logística de desenvolvimento do console. Através de uma parceria estratégica, a Nintendo buscou a IBM para desenvolver a CPU do novo aparelho. O projeto inicial foi batizado como “Gecko” (lagartixa em inglês). No Japão era escrito como “Gekko” (月光), que significa “luz da lua”.

image-278442
O processador “Gekko” (Imagem: Worthpoint.com)

Curiosamente, os primeiros kits de desenvolvimento distribuídos para estúdios eram embalados em pacotes com temas noturnos como estrelas e luas.

4 – O Game Boy Advance ajudou no lançamento do Cubo?

É fato que a Nintendo tinha como “menino de ouro” o portátil Game Boy. O sucesso do aparelho por mais de 10 anos influenciou diretamente nos esforços de desenvolvimento de grande parte da equipe da Nintendo. Por isso, muitos especialistas alegam que a extinção do Nintendo 64 ocorreu devido a “preferência” pelo GBA.

image-278443
Lançados com proximidade, GBA e Gamecube dividiram vários periféricos

Por conta disso, muitos jogos do N64 foram cancelados e “portados” para o GameCube. Entre eles estão títulos como Mario Party 3, The Legend of Zelda: Four Swords Adventures e Mario Sunshine. Porém, essa possível “sabotagem” do antecessor do Gamecube nunca foi confirmada oficialmente.

5 – Os primeiros jogos do console

Muitos acreditam que Mario Sunshine surgiu junto com o Gamecube. Porém, a aventura do Mario nas paradisiacas praias chegaram as lojas apenas em 2002. Os três primeiros jogos no lançamento do console foram; Luigi’s Mansion, Super Monkey Ball e Wave Race: Blue Storm.

https://i.ytimg.com/vi/34Nl0PIjZ-o/maxresdefault.jpg
Apesar de impressionar no lançamento do Nintendo 64, Wave Race não repetiu o mesmo desempenho no Gamecube

6 – A ideia do Wii surgiu no desenvolvimento do GameCube

Em abril de 2000, em meio ao desenvolvimento do console, a empresa ArtX foi adquirida pela ATI. A empresa foi responsável pela conclusão do projeto do Gamecube. Curiosamente, em meados de 2001, a ATI patenteou uma tecnologia de “controles de movimento” que seria implementada no Cubo.

https://warpzone.me/wp-content/uploads/2018/10/GC-01a-696x392.jpg
Protótipo do wiimote para Gamecube (Imagem: Eurogamer.pt)

A ideia serviu para o desenvolvimento do Wii, cujo projeto começou oficialmente em meados de 2003. A ATI é a principal responsável pela fabricação de componentes do sucessor do Gamecube.

7 – Pikimin: um RTS nascido para consoles

Pikimin é uma das franquias que surgiu no Gamecube. Desenvolvido por Shigeru Miyamoto, o game chegou em 26 de outubro no Japão e foi um sucesso de críticas. Desenvolvido como um game de estratégia em tempo real, Miyamoto se inspirou em grandes jogos do gênero RTS para PC. O nome das criaturinhas do jogo foi uma homenagem do desenvolvedor ao seu cachorro, “Pikku”.

https://images.nintendolife.com/screenshots/4018/large.jpg
Pikimin e Animal Crossing foram as franquias de sucesso que surgiram no Gamecube

8 – Luigi’s Mansion seria uma nova aventura do Mario

https://cdn02.nintendo-europe.com/media/images/10_share_images/games_15/gamecube_12/SI_GCN_LuigisMansion_image1600w.jpg
Nada de “Mario Verde”, Luigi é um protagonista de peso em seu próprio game.

Um dos títulos de lançamento do Gamecube, Luigi‘s Mansion, não teria Luigi como protagonista. A ideia original era utilizar Mario liderando sua turma como verdadeiros “Caça-Fantasmas”. Entretanto, a equipe de desenvolvedores acho que a atitude de “desbravador corajoso” não traria uma identidade de algo assustador ao game. Por conta disso, o designer do jogo, Hideki Konno, apontou Luigi como um “medroso e covarde, mas que faz o serviço”. Não é à toa que o irmão mais novo caiu como uma luva como protagonista.

9 – Super Mario Sunshine é uma evolução do Super Mario 64

Como já mencionamos, Mario Sunshine foi projetado inicialmente para o Nintendo 64. Inclusive, era apresentado como Super Mario 64 Second em sua fase de desenvolvimento. Apesar de não confirmado pela Nintendo, fontes alegam que o jogo foi adiado por pelo menos três anos por conta do lançamento do novo console.

https://cdn.shopify.com/s/files/1/0561/3177/products/SuperMarioSunshine-NintendoGameCube_b95465b0-ef7f-4022-afdd-c222bb32e2f9.jpg?v=1599976367
Sunshine foi lançado apenas em 2002

Porém, os diretores Kenta Usui e Yoshiaki Koizumi alegam que o principal motivo da migração do projeto para o GameCube foi a necessidade de um processamento melhor de imagens e armazenamento.

10 – O sucesso de Super Smash Bros Melee

Conhecido no Japão como Super Smash Bros DX, Melee é oficialmente o maior sucesso do Gamecube em seus 20 anos. Até o encerramento da fabricação do console, o jogo já havia vendido 3.6 milhões de unidades. Com o lançamento do Wii e com a opção de retrocompatibilidade com o Gamecube, o jogo vendeu pelo menos 400 mil cópias para os donos do novo console. Um feito incrível na época.

https://ggn00b.com/wp-content/uploads/2020/01/EVO-Thumb.jpg
Melee fez história no cenário competitivo nestes 20 anos do Gamecube

Tamanha foi a devoção com o jogo de luta (que muitos refutam a classificação de Smash neste gênero), que várias ligas oficiais foram criadas antes mesmo da popularização do termo “Esport”. Por 15 anos, Melee foi um dos campeonatos com o maior número de inscrições no famoso torneio EVO, que acontecia todos os anos em Las Vegas. Em 2019, o jogo foi oficialmente retirado da grade para dar lugar ao Super Smash Bros Ultimate.

Curtiu nossa lista de curiosidade sobre o Gamecube? Não deixe de conferir outros especiais comemorativos relacionados a Big N como os especiais sobre Game Boy, The Legend of Zelda e Pokémon.

Jornalista, analista de mídias e sergipano com orgulho. Apaixonado por "quase" tudo que vem do Japão, em especial animes e jogos. Um eterno sonhador que sempre busca novos desafios!